Siga-me no Facebook Siga-me no Instagram Siga-me no Twitter Siga-me no YouTube
A estranha calma de Istambul. | Site oficial de Nuno Nepomuceno.

A estranha calma de Istambul.

É com particular prazer que escrevo esta entrada. Não sei se já tinham reparado, mas a antiga secção de crónicas foi remodelada e chama-se agora Artigos. Isto porque a partir de hoje está multifacetada e irá conter textos de diversas naturezas. Não serão assim muitos, pelo menos, não por enquanto, pois o tempo é curto e há prioridades com que tenho de me preocupar, mas planeio, tal como anunciei há uma semana, apresentar aqui 3 novos artigos escritos por mim. O primeiro chama-se «A Estranha Calma de Istambul» e é sobre os atentados terroristas em geral e a forma como nós e outros lidamos com eles. Deixo-vos um pequeno excerto. O texto completo pode ser encontrado na respetiva página do site, que agora também se encontra disponível para partilha!

«
Regressava a Portugal após uma curta estadia em Istambul e a minha última manhã em solo turco ficara marcada pela visão dos helicópteros militares que patrulhavam o céu da antiga capital otomana. Lia-se Polis na fuselagem branca e azul e, tal como a inscrição, a missão era clara. O PKK, o Partido dos Trabalhadores do Curdistão, acabara de executar mais um ataque. O alvo tinha sido a Avenida Istiklâl, um símbolo da modernidade do país, a qual havia visitado há apenas um dia. Várias pessoas estavam feridas, algumas mortas. A atmosfera efervescente da principal via comercial da cidade com que me deparei na altura perdera o brilho — vestira-se de luto.»

blog comments powered by Disqus